Nos Tempos do Coronavírus

Aqui os pais encontram dicas para lidar com o recesso escolar.

O estudo a distância I

Compartilhe: Twitter Facebook Windows Live del.icio.us Digg StumbleUpon Google


O recesso escolar determinado pela necessidade de isolamento social em razão da pandemia de COVID-19 obrigou as escolas a oferecerem soluções alternativas de educação a distância para minimizar os impactos desse recesso.

Como foi uma ação emergencial, não houve tempo para planejamento e testagem prévios para uma ação dessa dimensão e todos ainda estão aprendendo com esse processo, mesmo aqueles que já faziam uso de soluções de educação a distância. 

E os pais têm se mostrado especialmente preocupados com o rendimento dos filhos, com o quanto conseguem efetivamente aproveitar das aulas online e outras variações de educação a distância.

Você pode ajudar com alguns cuidados:

Ambiente adequado
Na escola o aluno encontra um ambiente de tranquilidade para estudar e isso deve acontecer também em casa. Reserve um local sem distrações como televisão, barulho de rua ou de pessoas conversando, que possam tirar a concentração do seu filho. Se seu filho tem um quarto só para ele, esse é o local ideal, desde que tenha acesso à internet/computador/celular. Se divide com irmãos, procure estabelecer horários para cada um, conforme o planejamento da escola. E não fique entrando no quarto para ver se ele está acompanhando a aula. Você não faz isso na escola, não é mesmo? Quando acabar, pergunte como foi, o que foi abordado, e se ele ficou com dúvidas.

Horários estabelecidos 
Caso a escola de seu filho esteja realizando transmissões online, em horário pré-estabelecido, o controle de horários fica mais fácil. O aluno sabe que terá de estar presente nesse horário e que poderá levar falta se não aparecer na aula.

Mas se as aulas forem no regime de videoaulas, com aulas previamente gravadas pelos professores e disponibilizadas para os alunos, será necessário que você estabeleça o horário de estudos. Procure usar como referência o horário em que o aluno estude na escola, pois assim será mais fácil retomar a rotina quando o recesso acabar. 

O tempo de permanência é menor do que numa aula presencial. Afinal, na aula presencial há chamada, interrupções para perguntas, conversas com o professor etc. Não espere que seu filho assista videoaulas por 50 minutos. Lembre-se também de garantir o intervalo entre as aulas e o tempo do lanche. 

Alimentação 
Antes do início das aulas assegure-se de que seu filho esteja alimentado. Não deixe balas, salgadinhos ou outras guloseimas ao lado dele. Isso não acontece na escola e não deve acontecer também em casa. No intervalo de lanche procure fazer com que ele coma algo semelhante ao que ele come na escola. Um iogurte, um sanduíche, uma fruta, são boas sugestões.

Este assunto não acaba aqui. Continuamos no próximo artigo.