///

Acontece

Últimos acontecimentos mundiais comentados e contextualizados.

Nova pandemia?

25/02/2021 · 03:36 · atualizado em 26/02/2021
Especialistas indianos já discutem os riscos da Covid-19 para a saúde mental das pessoas.

Através de muito esforço e de um longo processo de vacinação, o mundo se encaminhará para erradicar a Covid-19. Muitos países, entre eles o Brasil, deram início à imunização da população na tentativa de controlar e eliminar a doença. No entanto, muitas questões ainda não foram respondidas. Certamente vai levar tempo até que, de fato, possamos estar livres desse vírus que modificou a maneira como vivemos.

Sabemos que a Covid-19 afetou não só a saúde física das pessoas, como também muitos setores da sociedade: economia, política, educação, esportes etc. Além disso, ao passo que o vírus foi avançando, provocou efeitos na saúde emocional das pessoas. Essas reações já estão sendo encaradas como uma nova problemática nesse cenário de crise sanitária.

Um levantamento realizado em hospitais indianos revelou que o número de pacientes com problemas de saúde mental aumentou muito com a propagação da Covid-19. O quantitativo é tão expressivo que o país já começou um processo de treinamento para que especialistas possam oferecer ajuda adequada às pessoas.

Impactos da covid na saúde mental

Segundo Basudeb Das, médico e diretor do Instituto Central de Psiquiatria, em Jharkhand, na Índia, em todos os hospitais do país houve um aumento no número de infectados pela Covid-19 que apresentam problemas de saúde mental. A informação foi dada ao jornal "The Hindu”.

Para o especialista, “enquanto tentamos conter o novo coronavírus, devemos estar preparados para lidar com a nova pandemia causada pelo impacto da covid-19 na saúde mental. O tratamento desses casos pode continuar nos próximos anos, até depois do fim da vacinação”, afirmou.

Sintomas

De acordo com o especialista, duas a cada dez pessoas apresentam sintomas de ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático, depressão e traumas psicológicos devido à morte de familiares e amigos.

O levantamento apontou ainda que cerca de 15% dos pacientes que procuram os hospitais, apresentam relatos de comprometimento da saúde mental em consequência do impacto causado pelo novo coronavírus.

Relatos de profissionais da saúde revelam também que algumas pessoas apresentam - mesmo após sua recuperação - graves crises de trauma. Tudo associado ao fato de que muitos perderam membros da família por causa do vírus ou tiveram a experiência de sobreviver a dias ou semanas na UTI.
Risco de uma nova pandemia

Na tentativa de conter o que os especialistas chamam de “risco de uma nova pandemia”, diversos institutos indianos (entre eles o Instituto Central de Psiquiatria, Instituto Nacional de Saúde Mental e Neurociências, em Bengaluru e o Instituto Regional de Saúde Mental Lokpriya Gopinath Bordoloi, em Tejpur) iniciaram treinamento para médicos, enfermeiros e assistentes sociais com o objetivo de atender pessoas que estão sofrendo com problemas de saúde mental em decorrência da Covid-19.

Covid na Índia

A Índia foi uma das grandes cotadas para ultrapassar os EUA no número de contágios pela Covid-19. Em setembro do ano passado, o país registrava quase 100 mil novos casos da doença por dia. Contudo, quatro meses depois, o número de contágios despencou.

Em janeiro, o Ministério da Saúde local confirmou uma baixa recorde, com cerca de 9.100 novos casos diários – em um país de quase 1,4 bilhão de pessoas.

Encontrando soluções

Desde a chegada do Sars-Cov 2 passamos a lidar com diversos componentes que agravam o nosso estado emocional: quarentena, isolamento, desemprego, perda de entes queridos e até o risco de faltar alimentos nos supermercados. Além disso, é importante salientar que o sistema imunológico reage a todas as nossas emoções.

Medo, angústia, estresse, depressão e até o peso das incertezas contribuem para a vulnerabilidade do organismo, derrubando suas defesas e abrindo espaço para o adoecimento. Por isso, precisamos concentrar nossos esforços em encontrar soluções para evitar o estresse.

Mesmo com a vida quase entrando em seu estado “normal”, é necessário manter o foco para preservar a saúde física e mental. Como? Realizar exercícios físicos; assistir a um bom filme ou ler um bom livro; fazer atividades manuais; manter o sono em dia e uma alimentação saudável contribuem significativamente no enfrentamento de qualquer problema.