Nos Tempos do Coronavírus

Aqui os pais encontram dicas para lidar com o recesso escolar.

Feriado! Oba!

Compartilhe: Twitter Facebook Windows Live del.icio.us Digg StumbleUpon Google


Parece meme da internet dizer que esta semana tem feriado, um dia diferente, quando todos os dias parecem tão iguais, não é mesmo?

E para quem mora no Rio de Janeiro, a semana tem dois feriados: dia 21, quando se comemora a figura de Tiradentes, e dia 23, dia de São Jorge, santo de grande devoção no estado. E lembre-se de que 1º de maio vem aí.
Bem, então, vamos aproveitar o(s) feriado(s).

Antes de mais nada, marque num calendário, com as crianças, as datas que serão feriados e converse com elas sobre o que é um feriado e o que fariam em tempos de normalidade. 

Papai e mamãe em casa estão garantidos, mas é preciso que estejam realmente com espírito de feriado. Vamos relaxar e aproveitar os dias. Papai e mamãe não fazem tarefas dos seus trabalhos e as crianças não precisam estudar nesses dias. 

A programação pode incluir um piquenique na varanda, no quintal ou mesmo na sala. Se for possível escolher um lugar com um pouco de sol, melhor ainda. Uma toalha no chão, frutas, sanduíches, iogurtes, livros, revistinhas, ou um jogo de tabuleiro, e... pronto. Ao final, todos ajudam a recolher e descartar o lixo.

Brincar na casa de amigos? Combine com os pais desses amigos e veja se as crianças podem jogar algum jogo online juntos, sob supervisão de um adulto, é claro.

Visita aos avós? Garantida com o celular. 

Almoçar fora? Sim, se isso significa comer comida de restaurante! Então, programe-se, escolha o cardápio com as crianças, as bebidas, e faça a encomenda. Combine as tarefas que precisarão ser executadas em casa: por a louça da mesa, arrumar a comida, retirar a louça e lavar. 

Uma sessão de cinema também está valendo. Depois de uma escolha conjunta do filme, lugares acertados, pipoca, refri liberado e... silêncio! Não se pode conversar na sala de projeção. Uma boa oportunidade para exercitar regras de convivência.

Em todas estas ocasiões, não perca a oportunidade de conversar com as crianças sobre a situação das pessoas que tiveram seus empregos afetados duramente pelo isolamento social: garçons, trabalhadores da área de entretenimento, os ambulantes que vendem diferentes itens nos parques e nas ruas, os que trabalham no comércio. Mostre como para eles tudo está sendo ainda mais difícil. E se você está nesse caso, fale para as crianças como é importante a união da família e a ajuda recíproca. 

Bom feriado!

Se você gostou desta ou de outra dica, compartilhe.