///

Nos Tempos do Coronavírus

Aqui os pais encontram dicas para lidar com o recesso escolar.

Conta outra

Compartilhe: Twitter Facebook Windows Live del.icio.us Digg StumbleUpon Google


Esta brincadeira pode ser feita com crianças e com adolescentes. Tudo depende da história que você escolher. 

Para crianças, sugerimos que escolha uma fábula, aquelas histórias que têm sempre um fundo moral, como A Cegonha e a Raposa, A Lebre e a Tartaruga, A Cigarra e a Formiga, O Leão e o Ratinho. Nessas histórias geralmente um dos personagens é castigado, como forma de se penalizar um comportamento inadequado.
 
Nossa proposta é que você peça a criança para inventar um novo final para a fábula, depois de haver contado a história para ela.

Se ela tiver dificuldades, comece a conversar com ela propondo finais diferentes. Assim: na  fábula da cegonha e da raposa, no final tradicional a cegonha serve à raposa um mingau numa jarra de boca muito estreita, na qual só a cegonha pode comer. Isso é uma espécie de vingança, porque antes a raposa serviu à cegonha o mingau num prato raso, no qual a cegonha, com seu longo bico, não podia comer.

Pergunte à criança o que ela acharia se a cegonha decidisse perdoar a raposa e oferecer a ela o mingau num prato em que ela pudesse comer. E a partir daí fale sobre o perdão, sobre como podemos evitar que o mal progrida.

Para os mais velhos, você pode escolher um filme a que assistiram juntos e propor a eles que escolham um novo final. Depois, discutam juntos esse final e podem até fazer uma votação em família sobre o melhor final.

O importante nessa atividade é a oportunidade de trocarem ideias, de ouvirem e se fazerem ouvidos.